Pesquisa aponta como o mercado de passagens aéreas se comportará em 2015

Avianca Ainda é fevereiro e já é possível observar um aumento no número de voos internacionais saídos do Brasil, as operadoras de linhas aéreas possuem 70 novos voos com destino ao exterior. A relação é feita com o mesmo período do ano anterior. Além disso, uma nova companhia aérea promete facilitar a vida dos clientes que amam o Caribe, criando novas rotas para a região paradisíaca. Estes são alguns dos dados fornecido por uma recente pesquisa sobre o mercado da aviação civil nacional.

Entre as principais novidades que a pesquisa informa e que envolve operadoras de linhas aéreas é possível constatar que o número de voos internacionais subiu de 1.195 para 1.262 em comparação com o mesmo período de 2014. Também é verdadeiro afirmar que existem mais dezoito voos frequentes para o Panamá, voos operados Copa Airlines. Vale lembrar que o Panamá é um grande centro de conexão das Américas.

Segundo a pesquisa, todas as operadoras de linhas aéreas que atuam no Brasil aumentaram o número de voos internacionais. TAM Linhas Aéreas, Avianca, Gol Linhas Aéreas e o Grupo Latam foram as que mais crescerem em número de frequências. O grupo formado por TAM e LAN, por exemplo, já anunciou que aumentará o número de voos com destino ao Canadá. A nova rota sairá de São Paulo e fará escala em Nova York, tudo isso ainda no primeiro semestre de 2015.

Ainda falando em Canadá, quem deseja comprar passagens aéreas para o destino, basta esperar um pouco mais, pois além dos voos diários ligando São Paulo ao país, a operadora de linhas aéreas Air Canadá anunciou que, a partir de dezembro deste ano, operará três voos com frequência semanal entre as cidades do Rio de Janeiro e Toronto.

O ano de 2015 também será marcado pela entrada de uma nova operadora de linhas aéreas no Brasil. É a InselAir, que fará voos ligando a Manaus (AM) à Aruba. O pedido para operar tais linhas aéreas já foi entregue junto à Anac.

Aos amantes da Europa, as notícias também são animadoras, a TAM Linhas Aéreas já anunciou que ainda no primeiro semestre operará voos entre São Paulo e Barcelona. A TAP também anunciou que operará mais cinco voos com destino a Lisboa. Air France terá dois novos voos, Alitalia terá frequência diária saindo do Rio de Janeiro, a British operará três novos voos e a Swiss abrirá quatro novas frequências.

Com todas estas novidades é possível concluir que a concorrência ajudará a reduzir um pouco os preços das passagens aéreas. Além disso, nem todas as novas rotas criadas serão com destino às capitais, o que significa que os brasileiros poderão contar com destinos mais alternativos.

Avianca

Em meio a erros e acertos saiba quais são as melhores e piores companhias aéreas dos Estados Unidos

Não é de hoje que os clientes das operadoras De linhas aéreas norte- americanas, vêm enfrentando uma série de desajustes durantes os voos. Os serviços das administradoras de linhas aéreas vêm se tornando mais baratos, é verdade. Porém, em contrapartida percebe – se uma série de atrasos, descaso com as bagagens, sem contar na tripulação ineficiente.

Durante o ano de 2014 os passageiros que utilizaram as linhas aéreas operadas nos ares dos Estados Unidos tiveram que enfrentar cerca de 66 mil voos cancelados a mais do que o mesmo período em 2013. Como não poderia deixar de ser, as reclamações aumentaram cerca de 26%, é o que conta o site especializado FlighStats Inc.

Bem verdade que o clima não ajudou muito as operadoras de linhas aéreas. Cerca de 30% desses voos foram cancelados devido às más condições meteorológicas. Diante disso, os atrasos destas linhas aéreas são geralmente ocasionados pela falta de equipamentos dos aeroportos e não necessariamente problemas envolvendo as companhias.

O que se sabe é que as operadoras de linhas aéreas norte-americanas fizeram apostas altas em 2014. Com margens de lucros maior e menor preço de combustível, as gerenciadoras de linhas aéreas estão realizando uma série de investimentos maciços em novas tecnologias.

Por outro, os números da aviação comercial norte – americana mostram que este setor ainda precisa evoluir muito. Muitas falhas geradas por parte das operadoras de linhas aéreas fizeram com que diversos clientes esperassem por mais de um dia em terminais aeroportuários, por exemplo.

Em meio aos erros e acertos, o ranking anual The Middle Seat, fez classificação das melhores e piores operadoras de linhas aéreas dos Estados Unidos. Critérios como desempenho e custo- benefício foram avaliados.

As duas melhores operadoras de linhas aéreas dos EUA, segundo o ranking, são a Alaska Airlines e a Virgin American.

A primeira delas vem investindo em tecnologia, foi responsável pela criação de sistemas que permitem localizar aeronaves em situações de extremo nevoeiro, além de sistemas que garantem a entrega de bagagem em até 20 minutos.

A operadora de linhas aéreas Virgin American destacou – se durante o ano passado por criar um programa de incentivo aos seus colaboradores que oferece bônus de 3% para pontuações em áreas como operações de aeronaves, satisfação dos passageiros em voos e segurança.

Do outro lado da lista estão duas conhecidas dos brasileiros, a United e Americam Airlines. São estas duas operadoras de linhas aéreas que ocupam as piores colocações.

Atrasos em voos, bagagem extraviada, overbook e reclamações das mais variadas situações são constantes nestas empresas.

source: http://avianca.edestinos.com.br

Avianca Brasil recebe prêmio Laspa

Avianca BrasilQuem acompanha o universo do turismo deve estar percebendo que é chegada a época de premiações. Muitas cerimônias acontecem ao redor do mundo e algumas empresas conhecidas dos brasileiros estão recebendo horarias nestes eventos.

Desta vez, os holofotes se voltam para a Avianca Brasil, pois a companhia recebeu o prêmio de “melhor companhia aérea” – durante evento promovido pela GCSM ( Global Coucil of Sales Marketing). O prêmio LASPA ( Latin American Sales Personality Award) visa reconhecer pessoas e entidades que destacaram – se no setor. A empresa recebeu o reconhecimento pelos serviços oferecidos durante os voos operados no país.

O presidente da companhia – José Efromovitch estava presente par receber o prêmio e conversou com a imprensa. Na ocasião o executivo salientou que a Avianca vem investindo pesado nas melhorias para seus voos. Segundo o presidente, toda a equipe Avianca deve se sentir orgulhosa pelo prêmio, uma vez que o sucesso de um voo não se faz apenas por elementos técnicos, as pessoas são fundamentais para o ótimo desempenho da empresa.

José Efromovitch garante que os voos da Avianca Brasil estarão cada vez melhores, pois constantemente estão sendo treinados novos funcionários a fim de gerar experiências positivas.

A Avianca Brasil

Antigamente conhecida como OceanAir, a Avianca Brasil é uma companhia brasileira fundada em 1998. Sua sede está localizada na cidade de São Paulo. A companhia faz parte do grupo colombiano Avianca Holding, que opera linhas aéreas sob a gerência do Synergy Group. Possui uma frota de 40 aeronaves e opera 28 voos para diversos destinos nacionais.

Inicialmente começou as suas atividades operando voos particulares. Possuía como principais clientes executivos e operários da indústria petrolífera do Rio de Janeiro.

Durante o ano de 2002 recebeu autorização para começar operar linhas aéreas comerciais com a colaboração do grupo Rio Sul, antiga Varig.

Os primeiros voos da empresa, depois de ter virado companhia de aviação civil foram operados para cidades que não possuíam nenhum tipo de assistência das concorrentes. Desta forma, conseguiu aumentar substancialmente o número de linhas aéreas operadas pelo País.

Atualmente, a Avianca Brasil é responsável por operar 25 destinos domésticos e uma linha aérea internacional. A primeira rota rumo ao exterior possui destino à Colômbia. O voo possui frequência de duas vezes semanais e liga a capital pernambucana, Recife a capital colombiana, Bogotá.

Avianca Brasil