Avianca disponibilizará voos diários entre POA e Lima

AviancaA empresa de linhas aéreas Avianca anunciou recentemente que a partir de 15 de novembro, os voos diretos entre Porto Alegre e Lima, no Peru, serão diários. Atualmente a companhia de linhas aéreas conta com uma frequência de três voos semanais entre os dois destinos.

O anúncio oficial da empresa de linhas aéreas foi feita na última quarta-feira, dia 24, pelo diretor da Divisão Internacional da aérea, Ian Gillespie, para o secretário municipal de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes. A oficialização do anúncio acontecerá no dia 7 de agosto em reunião com o prefeito de POA, José Fortunati.

De Peru para porto Alegre, a aeronave da companhia de linhas aéreas Avianca, partirá às 23h02 com pouso no Salgado Filho às 5h58. No sentido oposto, de Porto alegre para Lima, o voo diário sairá às 6h33, pousando em Lima às 9h32. O principal objetivo da empresa é o de atender os segmentos corporativo e de turismo com mais oportunidade de conexões, como o voo direto que opera entre Lima e Miami, nos Estados Unidos, desde o dia 15 deste mês. Os voos são operados em aeronaves Airbus A330, com 252 assentos, que decolam diariamente da capital peruana às 10h04.

AviancaDesde 3 de Dezembro de 2009 que a Taca, empresa de linhas aéreas que futuramente iria fundir-se com a Avianca, opera voos diretos entre a capital gaúcha e Lima. O Processo de fusão aconteceu no início de Fevereiro de 2010, originando a Avianca-Taca Limited, nova companhia sediada nas Bahamas.

A Avianca Brasil é uma companhia de linhas aéreas comerciais brasileira, com sede na cidade de São Paulo e pertecente ao Synergy Group, também controlador das empresas aéreas AviancaTaca, AeroVip e Aerogal. O grupo é comandado pelo empresário Germán Efromovich. Em 2004 foi comprada pela empresa colombiana Avianca, a mais antiga companhia de linhas aéreas das américas e segunda mais antiga do mundo, junto a Julio Mario Santo Domingo e seu grupo empresarial Bavaria, de onde surgiu a Synergy Aerospace, que posteriormente compraria a VIPSA do Equador, Aerogal do Equador, SAM da Colombia e se fundiria com a TACA em 2010. Em seguida iniciou um agressivo plano de expansão, dando início às rotas internacionais, operadas com dois modelos Boeing 767-300ER adquiridos da United Airlines e um Boeing 757-200 adquirido na França, este posteriormente equipado com winglets.