Aeroporto de Palmas terá voo sem escalas para Belo Horizonte

Aeroporto de PalmasOs interessados em viajar para Belo Horizonte e conhecer o estado de Minas Gerais agora terão mais uma oportunidade de voo. O Aeroporto de Palmas, no Tocantins, oferecerá um novo voo sem escalas até a capital mineira.

O novo voo sem escalas de Palmas até o Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, será oferecido pela Azul Linhas Aéreas. Os voos acontecerão a partir do dia 14 de setembro.

Conforme a administração do aeroporto, serão oferecidos 118 assentos. A duração do voo de Palmas até Belo Horizonte é de duas horas. A administração do aeroporto informou, ainda, que as passagens aéreas já estão disponíveis.

Segundo o superintendente da Infraero, Afrânio Mar, o Aeroporto de Palmas precisou passar por mudanças para atender essa nova demanda de voos que vem crescendo cada vez mais. “Nós tivemos que fazer uma ampliação dos balcões de check-in para que a linha aérea pudesse ampliar seu atendimento. Fizemos também uma adequação no pátio para que essa aeronave possa ser recebida e chegue e saia no horário”, explica o superintendente.

Além dessa novidade para os turistas que quiserem visitar Belo Horizonte, a Infraero também informou que há novos voos de Palmas para diferentes destinos.

O aeroporto da capital, Brigadeiro Lysias Rodrigues, também contará com um voo sem escalas para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O voo será oferecido pela companhia aérea Avianca e começa a funcionar a partir do dia 19 de setembro. O novo voo de Palmas para São Paulo tem capacidade para 174 passageiros dura aproximadamente 2h15.

Conforme a Infraero, esse voo só funcionará de domingo a sexta-feira. Aos sábados continuarão a ser feitas as conexões em Brasília.

Aeroporto de PalmasO novo Aeroporto de Palmas foi inaugurado pela Infraero em 5 de outubro de 2001 e foi batizado com o nome de Aeroporto Lysias Rodrigues em homenagem à memória do heroico desbravador da região.

passagensavianca.net

Aeroporto Internacional Salgado Filho passará por leilão em 2015

Aeroporto Internacional Salgado Filho Passado o processo eleitoral e com a definição do novo governador o ministro da aviação civil, Moreira Franco anunciou medidas para o Aeroporto Internacional Salgado Filho (Porto Alegre).

O terminal gaúcho deve fazer parte da terceira fase de privatização dos aeroportos nacionais. O processo de concessões teve início durante o ano de 2012 e vem apresentando bons resultados. Os aeroportos de Guarulhos e Brasília são exemplos de sucesso destas medidas.

Durante as próximas semanas o Ministério da Aviação irá terminar uma série de estudos sobre o Aeroporto Internacional Salgado Filho. Juntamente com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) estão sendo avaliadas formas de reestruturação do aeroporto.

Além do Aeroporto Internacional Salgado Filho, outros terminais da Região Sul, Norte e Nordeste entrarão na lista de concessões.

Processos de concessões dos aeroportos brasileiros

Desde que teve início, o processo de concessões dos aeroportos brasileiros tem como objetivo fortalecer investimentos através da iniciativa privada. Com a privatização não é necessário abrir processos de licitações para qualquer mudança em infraestrutura, por exemplo.

De acordo com dados do Ministério da Aviação Civil, a partir dos processos de privatização dos aeroportos nacionais os investimentos tiveram um aumento significativo assim como, as administrações tornaram – se mais ágeis.

O Ministério da Aviação Civil informa que quando ocorrem processos licitatórios 51% das ações dos aeroportos são entregues à inciativa, ficando com a Infraero o restante das ações (49%). Hoje em dia, são cinco terminais concedidos, todos na região Sudeste e Centro – Oeste.

Os três primeiros aeroportos concedidos à iniciativa privada foram os de Guarulhos (São Paulo), Viracopos (Campinas) e Juscelino Kubitschek (Brasília). O leilão destes terminais ocorreu durante fevereiro de 2012 na Bolsa de Valores de São Paulo.

Segundo a lei, todos os aeroportos brasileiros que foram leiloados à iniciativa privada ficarão por vinte anos sob administração das concessionárias.

Aeroporto Internacional Salgado FilhoApós este período os terminais passarão ao controle absoluto da Infraero e caberá a ela decidir de abre novo leilão.

Ainda durante o ano de 2013 ocorreu uma segunda fase de concessões. Neste momento foram entregues a privados os aeroportos Antonio Carlos Jobim (Rio de Janeiro) e Tancredo Neves (Minas Gerais).

Secretaria de Aviação Civil recomenda privatização do novo aeroproto do Rio grande do Sul

A Secretaria de Aviação Civil (SAC) acaba de anunciar que, após analisar a proposta enviada pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, emitiu nota técnica recomendando que empresas privadas sejam responsáveis pela construção do novo aeroporto localizado na região Metropolitana de Porto Alegre.

aeroproto do Rio grande do Sul

A nota afirma que entregar concessões à iniciativa privada representa a melhor solução para o futuro aeroporto do Rio Grande do Sul.

A Secretaria também afirma que a construção de um novo aeroporto se faz necessário, uma vez que o Salgado Filho já está operando voos quase no limite de sua capacidade.

A partir da emissão da nota, o próximo passo é a realização de estudos técnicos para averiguar todas as variáveis e viabilidades econômicas da construção. Requisitos como valores necessários, impedimentos e soluções ambientais deverão ser analisados.

O novo aeroporto gaúcho estará localizado no município de Portão – cidade localizada a cerca de 50 km da capital Porto Alegre.

A Secretaria de Aviação Civil afirma que o Aeroporto Salgado Filho já está operando seus voos no limite de sua capacidade. Segundo a análise, a concessão seria a forma mais rápida e menos burocrática para garantir investimentos básicos que possam cobrir os gastos iniciais da obra.

Com base nas notas emitidas pela SAC, o do Departamento Aeroportuário do Rio Grande do Sul sugere através de estudo que os dois aeroportos gaúchos (Salgado Filho e Portão) sejam entregues para a iniciativa privada.

Em contrapartida à nota da Secretaria de Aviação Civil, o governador Tarso Genro anunciou que o estado pretende iniciar, ainda nas próximas semanas, a contratação das empresas que realizarão estudos técnicos recomendados pela estatal. O governo gaúcho também afirma que a estimativa de investimento para a construção do novo aeroporto está prevista em R$ 4 bilhões.

Sobre o Aeroporto Salgado Filho

O Aeroporto Internacional Salgado Filho está localizado na capital Porto Alegre. Atualmente possui capacidade para até 153 milhões de passageiros ao ano. O terminal está operando voos com sua capacidade no limite, pois, devido às características geográficas não é possível a criação de mais pistas.

O aeroporto possui uma vizinhança altamente urbanizada o que também impede sua ampliação. Sistemas mais avançados de pouso para aeronaves não podem ser instalados, uma vez que não há espaço para tais.

aeroproto do Rio grande do Sul